Testes de Qualidade da Espuma: Por que são tão importantes?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Assegurar a qualidade da espuma desde a sua formulação até a aplicação final é de extrema importância para não haver consequências drásticas em sua utilização.

Um exemplo disso é o papel do colchão no dia a dia das pessoas. O colchão desempenha uma função importante de proporcionar conforto, relaxamento e qualidade de vida para quem o utiliza. Porém, se o colchão for de qualidade duvidosa podem haver problemas sérios ao usuário, como dores no corpo, problemas de respiração, entre outros.

Neste sentido, é de extrema importância realizar testes de qualidade da espuma, visando garantir que todos os requisitos exigidos pelas normas existentes no mercado sejam cumpridos.

O papel fundamental das Normas e Testes

Existem normas de órgãos de regulamentação (nacionais e internacionais) específicos para cada tipo de aplicação, seja em colchões, travesseiros, entre outros, visando assegurar que essas espumas tenham a melhor qualidade e o melhor desempenho na aplicação do produto final.

Alguns Testes de Laboratório mais utilizados em Espumas Flexíveis de PU

Os testes mais comuns aplicados em laboratório são:

Determinação da Resistência à Tração e
do Alongamento – Norma ABNT NBR 8615

Tração ou tensão de ruptura de uma espuma flexível é a relação entre a força necessária para o seu rompimento e as dimensões do corpo de prova, expresso em kPa.

Por sua vez, o alongamento de uma espuma flexível é a medida do alongamento até a sua ruptura, expresso em porcentagem (%).

Determinação da Resistência à Compressão – ABNT NBR  8910 O ensaio de resistência a compressão mede a capacidade de compressão de uma espuma flexível. Consiste em verificar a força necessária para exercer uma compressão à 50% da espessura da espuma flexível. Os resultados são expressos em kPa.

Determinação da Deformação Permanente
a Compressão – ABNT NBR 8797

O ensaio de deformação permanente consiste na medição da diferença entre as espessuras inicial e final de um corpo de prova de espuma flexível, após uma determinada compressão, à temperatura, umidade e tempo especificados.

Determinação da massa específica
aparente – ABNT NBR 8537

Densidade é a relação existente entre a massa e o volume de um material e deve ser controlada, pois a variação na densidade afeta características físicas da espuma como toque, retorno, deformação permanente, suporte, preenchimento (em caso de peças moldadas), entre outras. Além disso, a densidade pode influenciar no rendimento da espuma produzida e acarretar perdas no processo.

O teste de densidade consiste em dividir a massa do corpo de prova pelo seu volume, o resultado é expresso em Kg/m³.

Determinação da Fadiga Dinâmica – ABNT NBR 9177

O teste consiste em deflexionar o corpo de prova à 70% da sua espessura por meio de um indentador com peso e área padronizados. As deflexões ocorrem até completarem 80.000 ciclos. Por meio da força de indentação e espessura inicial/final verificadas no corpo de prova, alcança o resultado em perdas percentuais de espessura e suporte de carga.

Determinação das características de Queima – ABNT NBR 9178 Este teste consiste em aplicar uma chama no corpo de prova por um determinado tempo e verificar após a extinção da chama qual a extensão em milímetros da propagação da queima e qual o tempo em segundos que foi decorrido. O resultado é expresso em mm/minuto.

Determinação da força de indentação
e Fator de conforto – ABNT NBR 9176

A força de indentação é uma das formas de medir o suporte de carga da espuma, caracterizando sua dureza e deve ser um dos parâmetros a serem avaliados para garantir que a espuma produzida tenha o suporte especificado como seu respectivo padrão. A alteração na dureza da espuma afeta o toque e o retorno da espuma e pode dar indícios de variações de estruturas presentes nas matérias-primas e/ou erros na formulação. No método de ensaio de Força de Indentação a dureza é medida em Newtons (N) e este ensaio determina a capacidade de peso que a espuma suporta por m² (suporte de carga) simulando a compressão rotineira feita por uma pessoa.

Determinação da Resistência ao
Rasgamento ABNT NBR 8616  

Através deste ensaio, pode-se medir a resistência ao rasgamento em N/m que uma amostra de espuma oferece ao ser submetida a uma força tensora. Serve como parâmetro para avaliar a adequação da espuma em aplicações nas quais a espuma seja exposta a condições de cisalhamento e tração.

O ensaio para medir a Resistência ao Rasgamento consiste na aplicação de uma força tensora sobre uma amostra cortada de forma padronizada.


Confira também o Artigo “[Guia Completo] Tudo o que você precisa saber sobre Espumas Flexíveis” [Clique Aqui]


Tecnologia para Espumas Flexíveis

A Amino fornece a mais completa linha de soluções para Espumas Flexíveis de Poliuretano.

Silicones, Aminas, Pigmentos, Aditivos, Aglomerantes e Sistemas prontos para uso compõem um portfólio consistente quando o assunto é Poliuretano. Além disso, contamos com uma equipe técnica com os melhores especialistas em Poliuretano para ajudar e guiar nossos clientes pelo melhor caminho, aliando a qualidade das matérias primas com maior eficiência nos processos.

Confira algumas soluções da Amino para Espumas Flexíveis:

Aditivos de Performance

  • Silicones Surfactantes
  • Catalisadores Amínicos de Expansão e Gelificação
  • Catalisadores retardados
  • Catalisadores de baixo VOC
  • Octoato de estanho
  • Pigmentos em Líquido e em Pasta
  • Aditivo promotor de adesão (flame bonding)
  • Aditivo abridor de célula
  • Aditivo para alongamento e rasgo
  • Aditivo de dureza
  • Aditivo anti scorching
  • Antichama halogenado e não-halogenado)

Sistemas Flexíveis prontos para uso

  • Visco elástico para processo em bloco all MDI
  • Visco elástico para processo em bloco base TDI
  • Visco elástico para processo moldado base MDI
  • Sistema hiper soft para processo em bloco base TDI
  • Sistema hiper soft para processo moldado base MDI
  • Sistema flexível HR processo em bloco base MDI
  • Sistema flexível HR processo em bloco base TDI
  • Sistema flexível HR moldado base MDI e base TDI

Produtos Complementares para Espumas Flexíveis

  • Cola de Aglomerado
  • Adesivo para colagem de espuma com fibra (esponja)
  • Mantas gel


Para saber mais sobre a Tecnologia Amino, entre em contato pelo telefone 11 4077-3777 ou e nos envie um email: vendas@amino.com.br

Deixe uma resposta

EMPRESA CERTIFICADA ISO 9001:

Av. Dr Ulysses Guimarães, 3389 Diadema – São Paulo – Brasil- CEP 09990-080 Copyright © AMINO QUÍMICA LTDA – 2019. Todos os direitos reservados.