Amino apresenta e inovações de poliuretanos na Feiplar Composites & Feipur 2022

Evento auxilia o crescimento e desenvolvimento dos mercados de composites, poliuretano e plásticos de engenharia / compostos termoplásticos em toda a América do Sul. Estes mercados têm registrado importante crescimento nos últimos anos e apontam interessantes perspectivas para os próximos anos também.

O evento acontecerá de 16 a 18 de Agosto de 2022 no São Paulo Expo – Pavilhão 5 e apresentará novas soluções em matérias-primas, produtos auxiliares, equipamentos, processos, serviços e tecnologias aos fabricantes de peças em composites, poliuretano ou plásticos de engenharia e compostos termoplásticos da América Latina.

Um oportunidade aos profissionais que especificam, indicam ou compram peças, nos mais variados segmentos industriais, que as peças em composites, poliuretanos e plásticos de engenharia e compostos termoplásticos apresentam vantagens técnicas aprimoradas e superiores em relação a diversos materiais disponibilizados no mercado, possibilitando, assim, ganhos de produtividade e performance na grande maioria de projetos de peças e instalações / construções.

Está programada uma homenagem aos profissionais e empresas de grande atuação das indústrias de composites, poliuretano e plásticos de engenharia e compostos termoplásticos, e os novos desenvolvimentos de peças, através do Prêmio Excelência e Hall da Fama.

Visite o stand da Amino e conheça infinitas possibilidades em formulações de poliuretanos

Aditivos de Performance Poliuretanos

Aditivos de Performance

Aditivos para melhoria das propriedades físicas e processos na fabricação de espumas flexíveis de poliuretano. A mais avançada tecnologia na produção de aditivos de performance para o segmento de espumas de poliuretano. A Amino mantém a maior gama de aditivos para melhoria das propriedades físicas e de processos na produção de espumas de poliuretano.

Palmilha para Calçados

O poliuretano é a escolha número um na produção de palmilhas e solas, graças à sua textura leve e sólida, altas propriedades antiderrapantes e propriedades antibacterianas. As palmilhas de poliuretano também permitem que os pés respirem criando circulação de ar no interior dos sapatos devido à sua estrutura esponjosa porosa.

Sistema de Visco Elástico Base Água

Alto grau de conforto e toque agradável, as características das espumas visco elásticas podem variar de acordo com cada formulação e com os requisitos técnicos de cada aplicação e processo de fabricação, variando-se tempo de retorno, dureza da espuma, resiliência, deformação permanente e densidade.

Pillow Top

Bloco Cilíndrico

O novo sistema Hyper Soft Cilíndrico da Amino vai melhorar sua produtividade de espuma HS. Feito com AMIPOL BCHS 2018 é colocado no torno para ser laminado e utilizado na fabricação de matelassê ou pillow top.

Sobre a Amino Indústria Química

Há 36 anos a Amino desenvolve formulações de poliuretano. Tenha acesso ao novo conhecimento através de áreas totalmente dedicadas ao treinamento, fabricação de peças e ensaios. Somos uma indústria química especialista em pesquisa, desenvolvimento, normatização, produção, comercialização e assistência técnica de formulações de poliuretano.

Blocos Hyper Soft Cilíndrico

Sabemos que as espumas hyper soft usualmente são produzidas pelo processo de fabricação de blocos retangulares. Estas espumas são usualmente utilizadas para dar um toque de conforto no pillow-top de colchões ou mantas de confortos.  O processo produtivo para esse tipo de espuma consiste em: Produzir a espuma; Aguardar o tempo de cura; Laminá-la; Emendá-la com […]

Sabemos que as espumas hyper soft usualmente são produzidas pelo processo de fabricação de blocos retangulares. Estas espumas são usualmente utilizadas para dar um toque de conforto no pillow-top de colchões ou mantas de confortos. 

O processo produtivo para esse tipo de espuma consiste em:

  1. Produzir a espuma;
  2. Aguardar o tempo de cura;
  3. Laminá-la;
  4. Emendá-la com cola;
  5. Aguardar o tempo de cura;
  6. Passar pela bordadeira juntamente com o tecido;

Atualmente, a Amino desenvolveu uma tecnologia para melhorar esse processo produtivo, ganhando  eficiência no processo e melhorando a qualidade da espuma.

Confira abaixo o novo Hyper Soft Cilíndrico da Amino. O sistema que vai melhorar sua produtividade de espuma HS.

O que é o AMIPOL BCHS 2018?
É UM SISTEMA POLIURETANICO HYPER SOFT CILÍNDRICO COM DENSIDADE 21KG/M³

Onde pode ser utilizado?
O Bloco HS cilíndrico feito com AMIPOL BCHS 2018 é colocado no torno para ser laminado e utilizado na fabricação de matelassê ou Pillow top.

Quais as vantagens desse produto?
• Melhoria de processo (economia de tempo e espaço);
• Melhor qualidade da espuma;
• Ganho de produtividade

Esse sistema permite fazer um bloco cilíndrico de 1.80 a 2.10m de diâmetro x 2.15 a 2.25m de altura. Quando laminado, esse bloco pode gerar uma espuma de praticamente 310m linear, levando-se em conta pelo menos 1cm de espessura (quanto maior a espessura da manta, menor a metragem e vice-versa).

Como fazer a armazenagem e descarte dessa bombona?
A armazenagem deve ser feita em recipientes de aço, polipropileno e polietileno de alta densidade. É preciso conservar os recipientes fechados adequadamente em local bem ventilado, ao abrigo de umidade e temperatura ambiente, afastado de produtos alimentícios.

O descarte deve ser realizado em local apropriado para resíduos/descartes químicos.

Para saber mais sobre a Tecnologia Amino, entre em contato
pelo telefone 11 4077-3777 ou e nos envie um email:
vendas@amino.com.br

Conteúdo disponível para download em PDF. Clique Aqui

Qual a função do estanho na formulação de uma Espuma de Poliuretano?

Na produção de um bloco de poliuretano, muitos são os componentes: polióis de distintas funcionalidades, silicones, aminas, agente de expansão e catalisadores. Dentre estes últimos, temos os catalisadores organometálicos, mais conhecido como estanho. Confira também o Artigo “A importância dos Catalisadores na Fabricação de Espumas Flexíveis de PU” [Clique Aqui]   O que é o […]

Na produção de um bloco de poliuretano, muitos são os componentes: polióis de distintas funcionalidades, silicones, aminas, agente de expansão e catalisadores. Dentre estes últimos, temos os catalisadores organometálicos, mais conhecido como estanho.


Confira também o Artigo “A importância dos Catalisadores na Fabricação de Espumas Flexíveis de PU” [Clique Aqui]


 

O que é o AMICAT CMR 328?

O Amicat CMR 328 é o estanho da Amino. Ele é um catalisador organometálico a base de estanho. Sua função é promover a polimerização do poliol com o isocianato na espuma flexível e catalisar/acelerar a polimerização da cola em aglomerados.

Onde pode ser utilizado?

O que pode ocorrer no bloco quando não temos a quantidade correta de estanho na formulação?

A falta do estanho pode causar rachos nos blocos, colapsos ou um desbalanceamento na espuma. A quantidade a ser utilizada será de acordo com a necessidade e formulação de cada cliente. 

Quais as vantagens desse produto?

  • Alta qualidade;
  • Baixo odor;
  • Utilização em todas as densidades;
  • Material de maior estabilidade;

Como fazer a armazenagem e descarte dessa bombona?

Por se tratar de um catalisador organometálico, esse material é muito sensível a luminosidade. O armazenamento deverá ser realizado em bombonas escuras e de preferência, longe de luminosidade. Uma vez aberto, deverá ser tampado logo após a utilização e consumido rapidamente.

A embalagem não pode ser reutilizada, os resíduos provenientes da lavagem devem ser encaminhados para tratamento de resíduo industrial e a mesma deverá ser descartada conforme a legislação local.

Para saber mais sobre a Tecnologia Amino, entre em contato pelo telefone 11 4077-3777 ou e nos envie um email: vendas@amino.com.br

Conteúdo disponível para download em PDF. Clique aqui

O papel do Silicone na Espuma Flexível

O Silicone surfactante é um estabilizador e regulador celular fundamental para deixar as células uniformes, pequenas e abertas, mantendo a altura do bloco e evitando rachos ou até mesmo colapsos. Além disso, possui papel importante na manutenção da densidade média no topo/meio/fundo dos blocos e proporciona uma latitude de trabalho segura nas variações de utilização […]

O Silicone surfactante é um estabilizador e regulador celular fundamental para deixar as células uniformes, pequenas e abertas, mantendo a altura do bloco e evitando rachos ou até mesmo colapsos. Além disso, possui papel importante na manutenção da densidade média no topo/meio/fundo dos blocos e proporciona uma latitude de trabalho segura nas variações de utilização de estanho e amina. Isso quer dizer que, se houver pequenas variações nos níveis de estanho, sejam variações para mais ou para menos, o silicone ajudará a evitar que o bloco se feche ou que apareçam rachos e colapsos.

O Silicone correto, além das características citadas acima, melhora acentuadamente as propriedades físicas da espuma (resiliência e deformação) e diminui as perdas no processo por rachos, retrabalhos, etc. Pode ser indicado de acordo com o processo, tipo e a densidade da espuma. Quanto menor a densidade da espuma, necessita-se de um silicone com maior perfil de estabilização e menor perfil de surfactação e, consequentemente, quanto maior a densidade da espuma, necessita-se de um silicone com menor perfil de estabilização e maior de surfactação.

O ideal, para se obter o máximo desempenho, é utilizar um silicone para baixa densidade, um para média e outro para alta; nada impede que se façam todas as densidades com um único tipo de silicone, porém é necessário sempre fazer o ajuste da estrutura da formulação.

Confira abaixo o vídeo do comparativo de dois silicones em uma mesma formulação. Um silicone está adequado à formulação e o outro está desajustado:


Confira também o Artigo “A importância dos Catalisadores na Fabricação de Espumas Flexíveis de PU” [Clique Aqui]


Tecnologia para Espumas Flexíveis

A Amino tem um portfolio completo de Silicones para diversos tipos de espumas flexíveis, densidades e processos. Além disso, contamos com laboratórios e uma equipe técnica especializada para ajustes de formulações, processos e adequação das espumas de acordo com as normas técnicas de cada aplicação.


Contato: +55 11 4077 3777

vendas@amino.com.br

Laboratório Amino: Centro Excelência e Inovação

Para os mercados de Poliuretano e Plastisol, a Amino desenvolve soluções que visam atender as expectativas dos clientes e garantem excelência na qualidade do produto e da aplicação final. Com base na Inovação Tecnológica e Sustentabilidade, a Amino mantém uma infraestrutura robusta para a realização de pesquisas, ensaios, desenvolvimentos, testes e análises laboratoriais qualificadas, vários […]

Para os mercados de Poliuretano e Plastisol, a Amino desenvolve soluções que visam atender as expectativas dos clientes e garantem excelência na qualidade do produto e da aplicação final.

Com base na Inovação Tecnológica e Sustentabilidade, a Amino mantém uma infraestrutura robusta para a realização de pesquisas, ensaios, desenvolvimentos, testes e análises laboratoriais qualificadas, vários deles cumprindo com as normas do Inmetro, ABNT e outros órgãos regulamentadores.

Conheça um pouco mais sobre a nossa estrutura de laboratórios:

Para conseguirmos atender diversos mercados de Poliuretano e Plastisol, disponibilizamos ao mercado uma ampla estrutura que é dividida em:

  • Laboratório Químico: Para Pesquisa, Desenvolvimento de Produtos e Controle de Qualidade.
  • Laboratório Físico: Para realização de testes, cumprindo os requisitos de diversas normas.
  • Unidade Piloto: Para realização de treinamentos aos nossos clientes sobre as novas tecnologias que serão utilizadas em suas empresas.

O que os laboratórios da Amino oferecem:

1) Ampla infraestrutura.

2) Análises de qualidade e testes do produto, de acordo com normas nacionais e internacionais.

3) Suporte Técnico: Alta Expertise em diversos segmentos de Poliuretano e Plastisol.

4) Grande Abrangência: Análise de diferentes produtos de diversos segmentos, adequando com as normas dos principais órgãos reguladores.


Confira também o Artigo “Testes de Qualidade da Espuma: Por que são tão importantes?” [Clique Aqui]


Confira abaixo alguns dos testes que realizamos em nossos laboratórios:

Determinação da Resistência à Tração e do Alongamento – Norma ABNT NBR 8615

Tração ou tensão de ruptura de uma espuma flexível é a relação entre a força necessária para o seu rompimento e as dimensões do corpo de prova, expresso em kPa.

Por sua vez, o alongamento de uma espuma flexível é a medida do alongamento até a sua ruptura, expresso em porcentagem (%).

Determinação da Resistência ao Rasgamento ABNT NBR 8616

Através deste ensaio, pode-se medir a resistência ao rasgamento em N/m que uma amostra de espuma oferece ao ser submetida a uma força tensora. Serve como parâmetro para avaliar a adequação da espuma em aplicações nas quais a espuma seja exposta a condições de cisalhamento e tração.

O ensaio para medir a Resistência ao Rasgamento consiste na aplicação de uma força tensora sobre uma amostra cortada de forma padronizada.


Para saber mais sobre a Tecnologia Amino, entre em contato pelo telefone 11 4077-3777 ou e nos envie um email: vendas@amino.com.br

Influência da variação de temperatura no processamento do Poliuretano

No segmento de Poliuretano, o controle de temperatura tem um impacto significativo no desempenho da produção, assim como na qualidade do produto acabado. Em muitos casos, a falta de um controle de temperatura adequado pode acarretar em prejuízos financeiros e perda de tempo de produção para muitas empresas. Mas, como a Temperatura pode influenciar as […]

No segmento de Poliuretano, o controle de temperatura tem um impacto significativo no desempenho da produção, assim como na qualidade do produto acabado.

Em muitos casos, a falta de um controle de temperatura adequado pode acarretar em prejuízos financeiros e perda de tempo de produção para muitas empresas.

Mas, como a Temperatura pode influenciar as características das Matérias Primas formuladas de PU e, consequentemente, no desempenho da produção?

Confira abaixo o artigo completo e descubra como um bom controle de temperatura ajuda a evitar problemas sérios na hora de processar o Poliuretano.

O que acontece com a matéria prima formulada de PU quando está frio?

As formulações dos Sistemas de PU são compostas por agentes auxiliadores de reações químicas que tem a função de acelerar as reações dos compostos químicos. Um bom controle de temperatura proporciona uma melhora nos comportamentos físicos e químicos destas reações, facilitando formação e secagem do produto final e, consequentemente, uma melhor eficiência na produção.

Quando as temperaturas estão mais baixas, a matéria prima formulada de PU ganha mais viscosidade e fica mais difícil fazer a homogeneização dos componentes no batedor, podendo acarretar problemas de misturas. Ou seja, com o clima mais frio os materiais ficam mais difíceis de se misturar.

Na prática o que acontece é semelhante quando vamos preparar um leite com achocolatado: utilizando leite frio é muito mais trabalhoso se obter uma boa mistura e quando utilizamos o leite quente a mistura tende a ser mais fácil.

Voltando para os produtos de PU, as reações químicas acontecem de uma forma mais lenta quando as matérias primas estão submetidas a ambientes de temperaturas mais baixas. Ou seja, é gerada menos energia nas reações químicas do polímero. Já nas altas temperaturas acontece o inverso.

De maneira geral, cada segmento de transformação do PU exige uma faixa de temperatura adequada de trabalho: é recomendável controlar a temperatura dos componentes, a temperatura dos moldes e, alguns casos, controlar também a temperatura do ambiente onde as peças ficarão em pós cura.

Ponto de atenção:

É importante frisar que o controle térmico precisa ser estendido à condição de estocagem dos componentes formulados para sistemas poliuretânicos, promovendo um melhor acondicionamento da matéria prima. Outra recomendação é armazenar o produto sempre em pallets e não deixar o produto em contato direto com o chão. Isso porque uma gama substancial dessa linha de produto está sujeita à cristalização.

Polióis Formulados

No caso dos polióis formulados (normalmente conhecidos como componente “A” de sistema poliuretânico) existem formulações base “Poliéster” que são passíveis de cristalizar em temperatura ambiente. Esse tipo de matéria prima formulada é destinada à linha calçadista, e normalmente é fundida em banho-maria e processada a quente na faixa de 35ºC à 45ºC.

Quando falamos em sistemas a base de polióis poliéter, não é comum haver problemas de cristalização em temperaturas mais frias. Entretanto, é conveniente lembrar que este tipo de poliol formulado se torna bastante viscoso em temperatura abaixo de 15ºC.

E os Isocianatos?

No caso dos Isocianatos, os produtos mais utilizados são: TDI (tolueno di-isocianato), MDI (di-fenil metileno isocianato), MDI polimérico e MDI modificado (carbodi-imida).

Os pré-polímeros produzidos com esses isocianatos citados acima, ou mesmo a mistura desses isocianatos, estão sujeitos a cristalização em temperaturas abaixo de 15º. Cada mistura específica é mais ou menos resistente ao frio, porém, nenhuma delas escapa da cristalização em temperaturas mais baixas.

Como reverter?

Essa cristalização pode ser revertida submetendo o material cristalizado ao banho-maria, preferivelmente com temperatura acima de 50ºC. Com isso, o material fundido no banho-maria volta à forma líquida e mantém suas propriedades iniciais totalmente preservadas!

Quais são os problemas de produção encontrados no dia a dia?

Os problemas relacionados à falta de proteção térmica aparecem nas mais variadas formas, como por exemplo: perda de altura do bloco, bloco com racho interno, aumento de tempo de desmoldagem, pele soltando (defeito de acabamento), peça com perda de resiliência, cascas mais grossas, aumento no tempo de secagem, entre outros.

Outras soluções para evitar problemas relacionados à temperatura

Além do controle térmico já mencionado anteriormente, outro detalhe bastante particular não pode ser esquecido: os equipamentos (tubulações, tanques e bombas). Dependendo da injetora de PU, do tipo de peça, do sistema de abastecimento e do sistema de tancagem, toda a linha precisa ter uma proteção térmica adequada para evitar que o isocianato venha a cristalizar dentro da linha de abastecimento ou mesmo dentro de qualquer bomba.

Portanto, a proteção térmica dos componentes químicos, ambientes e equipamentos, são de extrema importância para que não haja perda de tempo e/ou perda de produtividade e gere altos custos.

O que acontece no dia a dia

Devido à falta de controle térmico, o que muitas vezes acontece no dia a dia das empresas e que representa um impacto negativo na produção é: deixar de produzir em horários mais frios do dia, concentrando a produção apenas nos horários em que a temperatura está mais elevada. Este tipo de ação faz com que as empresas tenham uma perda de produtividade e de tempo, deixando as linhas de produção paradas em períodos mais frios.

E você, já teve algum problema em que o controle de temperatura foi crucial para o bom desempenho da produção?

Fale com a nossa equipe de Suporte Técnico e receba todo auxílio que necessitar na hora de processar e manusear o Poliuretano.


Confira também o Artigo “[Guia Completo] Tudo o que você precisa saber sobre Espumas Flexíveis” [Clique Aqui]


Contato: +55 11 4077 3777

vendas@amino.com.br

Amino recebe reconhecimento do Programa Brasileiro de Eliminação dos HCFCs

A Amino recebeu o reconhecimento de Indústria Sustentável pela sua contribuição para o Programa Brasileiro de Eliminação dos HCFCs (PBH), promovido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Esse reconhecimento coroa as adequações e ações em que a Amino vem promovendo ao longo dos últimos anos […]

A Amino recebeu o reconhecimento de Indústria Sustentável pela sua contribuição para o Programa Brasileiro de Eliminação dos HCFCs (PBH), promovido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Esse reconhecimento coroa as adequações e ações em que a Amino vem promovendo ao longo dos últimos anos em prol do desenvolvimento de alternativas sustentáveis aos produtos que agridem a camada de ozônio e o meio ambiente. As empresas beneficiarias do PBH substituíram o HCFC-141-b por substâncias que não agridem a Camada de Ozônio e que apresentam baixo potencial de aquecimento global.

Um pouco de Contexto

O Protocolo de Montreal estabeleceu no ano de 1987 o controle de Substâncias Destruidoras da Camada de Ozônio. Entre as substâncias controladas estão aquelas listadas nos seguintes anexos do Protocolo: A – Clorofluorcarbonos e Halons, B – Outros Clorofluorcarbonos, Tetracloreto de Carbono e Metil Clorofórmio, C – Hidroclorofluorcarbonos e Bromoclorometano e E – Brometo de Metila.

De acordo com a Decisão XIX/6 (Anexo II), adotada na XIX Reunião das Partes do Protocolo de Montreal, realizada em setembro de 2007, todos os países se comprometeram a cumprir um novo cronograma de eliminação dos HCFCs. No caso dos países sob amparo do Artigo 52 do Protocolo de Montreal, que inclui o Brasil, os prazos para eliminação dos HCFCs estão definidos da seguinte forma:

O que é o Programa Brasileiro de Eliminação dos HCFCs (PBH)?

O Programa Brasileiro de Eliminação dos HCFCs – PBH tem como objetivo desenvolver ações para eliminar o consumo de HCFCs, substâncias do Grupo I, Anexo C, do Protocolo de Montreal, de acordo com as diretrizes da Decisão XIX/6, acordada na XIX Reunião das Partes do Protocolo de Montreal. Esta decisão refere-se à antecipação da eliminação da produção e consumo dos HCFCs, com congelamento no ano de 2013 em relação à média do consumo entre os anos de 2009 e 2010; assim como redução em 10% no ano de 2015, seguido de reduções escalonadas até a eliminação total em 2040.

Até o momento, o Governo Federal, com o Apoio do PNUD apoiou a conversão industrial de 353 empresas do setor. Em conjunto, eliminaram o consumo de 2.160 toneladas de HCFC-141b, ajudando o Brasil a cumprir as metas estabelecidas pelo Protocolo de Montreal.

Soluções de Poliuretano Sustentáveis

A Responsabilidade Social e a Sustentabilidade são temas em que a Amino se preocupa leva muito a sério. Pensando nisso, uma das ações que nossos especialistas realizaram foi desenvolver produtos com menor fator de agressão ao meio ambiente. Com isso, nossas formulações já são isentas de 141b.

Escolha seu produto juntamente com seu agente expansor ou consulte nossas opções já desenvolvidas e fornecidas ao mercado!

Conheça mais acessando a nossa página sobre Sustentabilidade acessando o link [AQUI].


Contato: +55 11 4077 3777

vendas@amino.com.br

Conheça as principais vantagens das Espumas Flexíveis de PU

A espuma flexível de PU pode ser produzida com várias densidades e graus variados de dureza, tornando-a a melhor escolha para várias indústrias, como por exemplo: colchões, móveis, estofados, indústria automotiva e calçadista. Podem ser produzidas em baixa ou larga escala, utilizando desde equipamentos simples aos mais sofisticados. Um dos fatores que mais se destacam […]

A espuma flexível de PU pode ser produzida com várias densidades e graus variados de dureza, tornando-a a melhor escolha para várias indústrias, como por exemplo: colchões, móveis, estofados, indústria automotiva e calçadista. Podem ser produzidas em baixa ou larga escala, utilizando desde equipamentos simples aos mais sofisticados. Um dos fatores que mais se destacam nas Espuma Flexível de Poliuretano é a sua enorme versatilidade: podem ser produzidas de forma personalizada para cada tipo de aplicação, resultando em produtos com alta qualidade e valor agregado, gerando diferenciação e competitividade para os fabricantes.

Mercado Moveleiro: um dos principais setores para as Espumas Flexíveis:

Na indústria de móveis de médio/alto padrão, por exemplo, existe uma demanda crescente pela utilização de espumas flexíveis especiais. Por exemplo, as espumas visco elásticas são utilizadas em móveis onde se requer maior conforto e consequentemente o custo é maior com esses produtos. Neste sentido é possível perceber maior conscientização do consumidor final, no qual há uma maior preferência e exigência por conforto, menor resiliência e durabilidade, que são as principais características deste tipo de espuma.

As fábricas cada vez mais estão enxergando nichos de mercado e adequando suas espumas de maneira a conseguir maior penetração de mercado e diferencial competitivo.

Vantagens das Espumas Flexíves de PU:

Flexibilidade de Utilização:

As espumas flexíveis de poliuretano são muito versáteis e de alta personalização, adaptando-se também aos processos de fabricação. Elas são uma opção muito vantajosa para muitos produtos que estão amplamente presentes no dia a dia de todas as pessoas.

Custo-Benefício:

As espumas flexíveis de PU possuem um custo baixo comparado a outros materiais, podendo ser amplamente exploradas em diversas aplicações, se adaptando aos processos de fabricação e evitando desperdícios.

Durabilidade:

Com uma formulação ideal para cada aplicação, é possível promover uma durabilidade superior em cada produto, garantindo um produto final de alta qualidade.

Principais Segmentos de Aplicação:

Podemos listar alguns segmentos de mercado onde a Espuma Flexível de poliuretano é amplamente usada, por exemplo:

Setor Moveleiro:

● Colchões

● Travesseiros

● Estofamento

● Almofadas

Setor Automotivo:

● Assento

● Encosto

● Apoio de cabeça

● Dublagem de tecido para banco.

Setor Calçadista:

● Palmilha

● Cabedais

Vestuário:

● Bojo

● Roupas

● Acolchoado.

Produtos de limpeza:

● Esponjas de Limpeza

● Esponjas de banho.


Confira também o Artigo “[Guia Completo] Tudo o que você precisa saber sobre Espumas Flexíveis” [Clique Aqui]


Tecnologia para Espumas Flexíveis

A Amino fornece a mais completa linha de soluções para Espumas Flexíveis de Poliuretano.

Silicones, Aminas, Pigmentos, Aditivos, Aglomerantes e Sistemas prontos para uso compõem um portfólio consistente quando o assunto é Poliuretano. Além disso, contamos com uma equipe técnica com os melhores especialistas em Poliuretano para ajudar e guiar nossos clientes pelo melhor caminho, aliando a qualidade das matérias primas com maior eficiência nos processos.

Confira algumas soluções da Amino para Espumas Flexíveis:

Aditivos de Performance

  • Silicones Surfactantes
  • Catalisadores Amínicos de Expansão e Gelificação
  • Catalisadores retardados
  • Octoato de estanho
  • Pigmentos em Líquido e em Pasta
  • Aditivo promotor de adesão (flame bonding)
  • Aditivo abridor de célula
  • Aditivo para alongamento e rasgo
  • Aditivo de dureza
  • Aditivo anti scorching
  • Antichama halogenado e não-halogenado)

Sistemas Flexíveis prontos para uso

  • Visco elástico para processo em bloco all MDI
  • Visco elástico para processo em bloco base TDI
  • Visco elástico para processo moldado base MDI
  • Sistema hiper soft para processo em bloco base TDI
  • Sistema hiper soft para processo moldado base MDI
  • Sistema flexível HR processo em bloco base MDI
  • Sistema flexível HR processo em bloco base TDI
  • Sistema flexível HR moldado base MDI e base TDI

Produtos Complementares para Espumas Flexíveis

  • Cola de Aglomerado
  • Adesivo para colagem de espuma com fibra (esponja)
  • Mantas gel

Para saber mais sobre a Tecnologia Amino, entre em contato pelo telefone 11 4077-3777 ou e nos envie um email: vendas@amino.com.br

Benefícios do Plastisol no revestimento de metais

Pelo fato de ser “customizável” e de fácil aplicação, o Plastisol é um material extremamente versátil e é utilizado em muitos produtos de diversos segmentos. Para revestimento em metais não é diferente, o Plastisol alinha a fácil personalização com ótimas características físicas para proporcionar uma excelente performance em cada produto. Abaixo listamos algumas funções e […]

Pelo fato de ser “customizável” e de fácil aplicação, o Plastisol é um material extremamente versátil e é utilizado em muitos produtos de diversos segmentos.

Para revestimento em metais não é diferente, o Plastisol alinha a fácil personalização com ótimas características físicas para proporcionar uma excelente performance em cada produto.

Abaixo listamos algumas funções e benefícios que o Plastisol promove no revestimento de metais:

Ferramentas

O Plastisol é comumente utilizado para revestir cabos de ferramentas. Além de possibilitar um excelente acabamento e acomodação na mão durante a manipulação, promove isolamento elétrico e amortece o impacto em caso de queda.

Equipamentos de Academia

Nos equipamentos de academia, como anilhas e halteres, o Plastisol confere maior conforto durante a manipulação, tem acabamento estético diferenciado, protege contra corrosão e amortece o equipamento em caso de quedas e impactos.

Abraçadeiras

Nas abraçadeiras, muito utilizadas nas indústrias de construção civil e automobilística, é possível obter maior resistência à corrosão e redução de ruído quando em contato com outro metal, além do excelente acabamento estético da peça.

Gancheiras

Para gancheiras proporciona maior durabilidade nos banhos químicos, acabamento estético e redução no consumo dos banhos químicos.


Confira também o Artigo “As Principais Aplicações e Características do Plastisol” [Clique Aqui]


Plastisol para revestir metais

O Plastisol pode ser fornecido em diferentes tipos de embalagens e não requer ferramental ou moldes para aplicação em revestimentos de metais. É possível personalizar as cores, durezas ou acabamento de superfície de acordo com o tipo de aplicação do cliente.

Preparamos um vídeo para exemplificar a aplicação do Plastisol em uma abraçadeira. Confira clicando na imagem abaixo:

*Para saber os detalhes da preparação e aplicação, entre em contato com a equipe Amino.


A Amino possui laboratórios climatizados com equipamentos aferidos e uma equipe técnica com vasta experiência podendo dar o suporte necessário para uma boa performance dos produtos fornecidos.


Para saber mais sobre a Tecnologia Amino, entre em contato pelo telefone 11 4077-3777 ou e nos envie um email: vendas@amino.com.br

Não é só um bom produto que importe, suporte técnico faz toda a diferença!

Neste mundo tão globalizado e competitivo em que vivemos, alcançar excelência nos negócios é um desafio constante. Esses desafios podem surgir de diversas maneiras e em diversos processos no dia a dia de empresas e indústrias, desde o planejamento ou até mesmo na fabricação de produtos. Neste cenário, obter os melhores insumos e matérias primas […]

Neste mundo tão globalizado e competitivo em que vivemos, alcançar excelência nos negócios é um desafio constante. Esses desafios podem surgir de diversas maneiras e em diversos processos no dia a dia de empresas e indústrias, desde o planejamento ou até mesmo na fabricação de produtos.

Neste cenário, obter os melhores insumos e matérias primas de alta qualidade contribuem para a diminuição de riscos e imprevistos na hora de produzir qualquer produto. Como complemento, pode se dizer que obter também um Suporte Técnico especializado possibilita uma assertividade ainda maior na hora de planejar e produzir, além de ajudar a eliminar qualquer tipo de risco decorrente do processo de fabricação.

O Papel do Suporte Técnico no dia a dia da

Imprevistos e mudanças podem acontecer em qualquer ambiente e a qualquer momento do dia a dia das empresas.

Para exemplificar, podemos citar as simples variações de temperatura que podem ocorrer ao longo dos dias, por exemplo. Essas variações demandam cuidados específicos na hora de fabricar algum produto e, é nesta hora que a Equipe de Suporte Técnico é fundamental para prestar todo o apoio que o fabricante precisa.

Esta Equipe de Suporte atua como uma fiel parceira, produzindo um efeito positivo no negócio do cliente em vários aspectos. Confira abaixo quais são eles:

Vantagens de se ter um suporte técnico especializado 24h por dia

1- Know How sobre o segmento de mercado e sobre o tipo de aplicação.
2- Atuação como Conselheiros confiáveis ao negócio do cliente, ajudando a tomar as melhores decisões.
3- Personalização/Adequação do Produto de acordo com o tipo de processo do cliente.
4- Maximização e Otimização da Produção, tornando mais assertivo todo o processo.
5- Diminuição de desperdícios.
6- Menos retrabalho.
7- Resolução de problemas mais rapidamente.
8- Ganho de tempo de produção.

Poliuretano e Plastisol: Suporte Técnico especializado

A Amino é uma Casa de Sistemas que possui uma grande gama de formulações de Poliuretanos e Plastisóis dentro de seu portfólio. Atende diversos segmentos de mercado, como: automotivo, refrigeração, petróleo, gás, calçados, indústria moveleiro, construção civil, mineração, colchões, moda, embalagens, entre outros.

Atuando no mercado desde 1985, a Amino se dedica, desde a sua fundação, ao desenvolvimento, normatização, produção, comercialização e assistência técnica de formulações de Poliuretano específicas e para o uso em diferentes segmentos de atuação, provendo para os nossos clientes o que há de melhor em tecnologia e assistência técnica no ramo de Poliuretano e Plastisol. Esta trajetória reflete como a empresa foi construída, com base na confiança do público e no esforço dos colaboradores.

Cada um destes mais de 35 anos de história para nós representa muito trabalho e seriedade. Durante todo este tempo, muito trabalho e boas companhias não faltaram, graças aos clientes e parceiros que conquistamos.


Pandemia Covid-19

Neste período atípico por conta da pandemia, a Equipe de Suporte da Amino pode dar soluções alternativas e temporárias para o seu negócio, ajudando a minimizar os contratempos da escassez de matéria prima, por exemplo.


Para saber mais sobre a Tecnologia Amino, entre em contato pelo telefone 11 4077-3777 ou e nos envie um email: vendas@amino.com.br