Amino recebe reconhecimento do Programa Brasileiro de Eliminação dos HCFCs

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

A Amino recebeu o reconhecimento de Indústria Sustentável pela sua contribuição para o Programa Brasileiro de Eliminação dos HCFCs (PBH), promovido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Esse reconhecimento coroa as adequações e ações em que a Amino vem promovendo ao longo dos últimos anos em prol do desenvolvimento de alternativas sustentáveis aos produtos que agridem a camada de ozônio e o meio ambiente. As empresas beneficiarias do PBH substituíram o HCFC-141-b por substâncias que não agridem a Camada de Ozônio e que apresentam baixo potencial de aquecimento global.

Um pouco de Contexto

O Protocolo de Montreal estabeleceu no ano de 1987 o controle de Substâncias Destruidoras da Camada de Ozônio. Entre as substâncias controladas estão aquelas listadas nos seguintes anexos do Protocolo: A – Clorofluorcarbonos e Halons, B – Outros Clorofluorcarbonos, Tetracloreto de Carbono e Metil Clorofórmio, C – Hidroclorofluorcarbonos e Bromoclorometano e E – Brometo de Metila.

De acordo com a Decisão XIX/6 (Anexo II), adotada na XIX Reunião das Partes do Protocolo de Montreal, realizada em setembro de 2007, todos os países se comprometeram a cumprir um novo cronograma de eliminação dos HCFCs. No caso dos países sob amparo do Artigo 52 do Protocolo de Montreal, que inclui o Brasil, os prazos para eliminação dos HCFCs estão definidos da seguinte forma:

O que é o Programa Brasileiro de Eliminação dos HCFCs (PBH)?

O Programa Brasileiro de Eliminação dos HCFCs – PBH tem como objetivo desenvolver ações para eliminar o consumo de HCFCs, substâncias do Grupo I, Anexo C, do Protocolo de Montreal, de acordo com as diretrizes da Decisão XIX/6, acordada na XIX Reunião das Partes do Protocolo de Montreal. Esta decisão refere-se à antecipação da eliminação da produção e consumo dos HCFCs, com congelamento no ano de 2013 em relação à média do consumo entre os anos de 2009 e 2010; assim como redução em 10% no ano de 2015, seguido de reduções escalonadas até a eliminação total em 2040.

Até o momento, o Governo Federal, com o Apoio do PNUD apoiou a conversão industrial de 353 empresas do setor. Em conjunto, eliminaram o consumo de 2.160 toneladas de HCFC-141b, ajudando o Brasil a cumprir as metas estabelecidas pelo Protocolo de Montreal.

Soluções de Poliuretano Sustentáveis

A Responsabilidade Social e a Sustentabilidade são temas em que a Amino se preocupa leva muito a sério. Pensando nisso, uma das ações que nossos especialistas realizaram foi desenvolver produtos com menor fator de agressão ao meio ambiente. Com isso, nossas formulações já são isentas de 141b.

Escolha seu produto juntamente com seu agente expansor ou consulte nossas opções já desenvolvidas e fornecidas ao mercado!

Conheça mais acessando a nossa página sobre Sustentabilidade acessando o link [AQUI].


Contato: +55 11 4077 3777

vendas@amino.com.br

Deixe uma resposta

EMPRESA CERTIFICADA ISO 9001:

Av. Dr Ulysses Guimarães, 3389 Diadema – São Paulo – Brasil- CEP 09990-080 Copyright © AMINO QUÍMICA LTDA – 2019. Todos os direitos reservados.